Blogger Widgets Blogger Widgets

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Dois estados do nordeste terão aumento na conta de energia elétrica

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou nesta terça-feira (26) o aumento na tarifa de energia elétrica dos estados Maranhão e do Piauí. O reajuste médio aceito pelo órgão regulador é de 25,69%, podendo variar entre 22,25% e 29,14% dependendo da tensão utilizada. As 3,2 milhões de unidades consumidoras presentes nas praças nordestinas poderão ver os reflexos da mudança na conta de luz já a partir do dia 28 de agosto, quando a medida entra em vigor.



Os consumidores residenciais do Maranhão sofrerão um impacto de 22,25% de aumento na tarifa mensal, o menor índice autorizado pela Aneel. No caso dos consumidores de baixa tensão, que abrange residências, unidades rurais e de baixa renda, o reajuste médio será de 24,11%. O maior reajuste no estado fica por conta dos consumidores de alta tensão, que pagarão 24,16% mais caro pela energia utilizada.

No Piauí, o aumento autorizado pela Aneel terá um impacto ainda maior que no estado vizinho. Para os consumidores residenciais, de baixa renda e de comércios, classificados como de baixa tensão, o reajuste na conta será de 24,93%. Os consumidores de alta tensão, que gastam entre 69 kV e 230 kV mensais, terão que pagar 29,14% a mais do que vinham desembolsando até então.

Esse aumento nas tarifas dos dois estados nordestinos foi justificado pela Aneel como uma forma de arcar com os gastos que as distribuidoras (Companhia Energética do Maranhão-Cemar e Companhia Energética do Piauí-Cepisa) tiveram principalmente com a compra de energia e sua transmissão. Outros fatores citados foram o pagamento de encargos setoriais e a variação de custos que tiveram durante o ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário