Blogger Widgets Blogger Widgets

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Por irregularidades, MP invalida audiência pública de Prudentópolis e remarca para novembro

A audiência pública marcada para esta quinta-feira (17) que deveria definir parte do Plano Diretor de Prudentópolis acabou sem conclusão alguma. Alegando irregularidades e falta de divulgação, o Ministério Público invalidou a sessão realizada na Câmara Municipal, que contou com a participação da ENERBIOS, e a remarcou para o dia 13 de novembro às 19h.

A promotora Andressa Chiamulera, da 2ª Promotoria de Justiça de Prudentópolis, manifestou descontentamento com o baixo número de presentes na audiência devido a pouca divulgação e também com o horário inacessível à população: 14h, à tarde. Aliado a isso, o Ministério Público também não foi convidado a comparecer. Por essas infrações, a sessão foi anulada. 

Para que as propostas de aumento do perímetro urbano e parcelamento do solo sejam discutidas, uma nova audiência pública foi marcada. Mas com ressalvas: desta vez, o horário deveria ser acessível e com ampla divulgação por meio de carros de som, jornal, rádio e faixas.

Para que todos os cidadãos prudentopolitanos possam ter acesso à audiência pública, a prefeitura estuda a possibilidade de disponibilizar transporte para a locomoção dos moradores de áreas rurais do município.

Audiência pública para tratar da revisão parcial do Plano Diretor: dia 13 de novembro, quinta-feira, às 19h, no Plenário da Câmara Municipal de Prudentópolis.

Um comentário:

  1. Só assim para acabar com as ilegalidades cometidas contra Prudentópolis e seu povo... Continuem na luta!!! Obrigada

    ResponderExcluir