Blogger Widgets Blogger Widgets

segunda-feira, 6 de abril de 2015

ONS reduz expectativa de vazões no SE e CMO médio sobe 6%

Fonte: CanalEnergia
O Operador Nacional do Sistema Elétrico revisou para baixo as vazões do submercado Sudeste/Centro Oeste, que caíram 7 pontos porcentuais ante a previsão do início do mês. De acordo com a revisão 1 do Programa Mensal de Operação de abril, o custo marginal de operação médio para a semana operativa que se inicia no sábado, 4 de abril, subiu 6%. Com a nova elevação o valor médio passou de R$ 863,46/MWh nas regiões SE/CO e Sul. Já no Nordeste passou de R$ 776,54/MWh para R$ 819,76/MWh e no Norte de R$ 55,54/MWh para R$ 92,03/MWh.

Nos submercados SE/CO e Sul, o CMO está em R$ 935,20/MWh nas cargas pesada e média e R$ 882,50/MWh na leve. No Nordeste, o valor é R$ 827,28/MWh para cargas pesada e média e de R$ 806,56/MWh para a leve. Já no Norte ficou em R$ 98,22/MWh nos dois patamares mais elevados enquanto a leve está em R$ 81,17/MWh.
As vazões no mês de abril foram revisadas para cima na região Sul, que passou de 88% para 115% da MLT e no Norte, de 87% para 91% da média histórica. Além do SE/CO que recuou ainda é esperada a retração da ENA de 62% para 59% da MLT no NE.
Como consequência, a previsão de nível operativo dos reservatórios para o final do mês recuou levemente no submercado SE/CO, passando da previsão de 34,9% para 33,2%. No Sul a previsão passou de 40,1% da semana passada para 44,8%. Já no NE, a variação da ENA reflete na expectativa dos reservatórios, a nova previsão para o final do mês é de 27,9% ante projeção anterior de 29% de armazenamento. No Norte do país, apesar do aumento da ENA a projeção é retração no nível dos reservatórios, de 81,2% a nova previsão aponta para 80,2% de armazenamento.
A previsão de carga mensal para abril voltou a ficar mais elevada que a estimativa inicial. Na semana passada a previsão era de um aumento de 0,3% e agora passou para uma elevação de 0,7% ante o mesmo mês do ano passado, podendo chegar a 65.211 MW médios. A exceção continua a ser o Norte do país com a redução da demanda em 4,5%. Nas demais regiões a projeção é de aumento do consumo sendo de 0,1% no SE/CO, 2% no Sul e de 4,4% no NE.
A previsão de para a semana operativa de 4 a 10 de abril indica a atuação de áreas de instabilidade no Sul e Sudeste com a ocorrência de chuva fraca a moderada nas bacias dos rios Uruguai e Jacuí. E ainda chuvas fracas em pontos isolados nas bacias do Paranapanema, Tietê, Grande, Paranaíba e São Francisco no início da semana. A geração térmica está estabelecida em 16.829 MW médios, sendo 15.617 MW médios dentro da ordem de mérito, 231 MW médios por restrição elétrica, 239 por inflexibilidade e 743 MW médios por garantia energética.

Nenhum comentário:

Postar um comentário