Blogger Widgets Blogger Widgets

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Unifebe participa do lançamento do SC+Energia

O reitor do Centro Universitário de Brusque (Unifebe) Günther Lother Pertschy e o presidente da Associação Empresarial de Brusque - Acibr Edemar Fischer participaram na tarde de quarta-feira (24) do lançamento do Programa SC+Energia. O evento aconteceu no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis. O objetivo do programa é estimular a geração de energia limpa e renovável no estado.

“Com certeza este é um importante passo para o desenvolvimento social e econômico do Estado de Santa Catarina. A Unifebe tem a preocupação de investir e implementar práticas sustentáveis no seu dia-a-dia e não poderia deixar de aplaudir essa iniciativa do governador e sua equipe”, destaca Pertschy.
O programa incentiva o investimento em energias alternativas como Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGHs) além da energia eólica, solar e biomassa. O impacto ambiental é menor que o provocado pelas fontes de energia com origem nos combustíveis fósseis, como carvão, petróleo e gás, uma vez que não produzem dióxido de carbono ou outros gases que contribuem com o efeito de estufa. A meta é passar de 880 MWh para 1 mil MWh com a implantação dessas opções alternativas.
Durante o evento, o governador destacou a criação do SC+Energia como uma medida de enfrentamento à crise diante do ajuste fiscal do governo federal. "Este é um ato importante para a convocação da sociedade catarinense. Vivemos um momento político e econômico do país que me preocupa muito. Mas Santa Catarina tem uma situação diferenciada. Temos uma série de vantagens estratégicas que nos permitem enfrentar a crise com coragem e o SC+Energia é uma delas", afirmou Colombo. "Santa Catarina sai na frente mais uma vez. Não tenho dúvidas de que esse programa vai nos fazer avançar muito e gerar mais energia para os catarinenses", acrescentou o vice Eduardo Pinho Moreira.
SC+Energia
O SC+Energia será coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e reúne diversos órgãos e entidades do governo estadual. As empresas interessadas em participar do programa terão que se inscrever no Grupo Permanente de Energia da SDS, que envolve diversas entidades do governo e da iniciativa privada. "Santa Catarina tem muitas potencialidades naturais e empresariais. É um estado empreendedor, o que reúne os predicados necessários para viabilizarmos novos investimentos, respeitando o meio ambiente e dando suficiência energética para os catarinenses. O estado muito se desenvolve e precisamos de energia suficiente para suportar nosso crescimento. Nada melhor do que fazer isso com energia limpa e renovável, que é o foco do SC+Energia", destacou o secretário da SDS Carlos Chiodini.
De acordo com ele, serão investidos R$ 5 bilhões com geração de 1000 MWh e empregos, movimentando a economia com qualidade de vida e sustentabilidade.

Fonte: Rádio Cidade AM - 25/06/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário